quarta-feira, 17 de julho de 2013

Descoberta nova espécie de dinossauro 'narigudo'

Da família dos tricerátopos foi encontrado em 2006 nos EUA

O nasutoceratops titusi é parte da família dos tricerátopos, mas tem como características únicas a presença de um nariz enorme e chifres excepcionalmente grandes. Descoberto por cientistas americanos, foi publicado no periódico especializado Proceedings, da Sociedade Real de Ciências Biológicas.
O fóssil foi descoberto em 2006, numa região desértica de Utah, mas os cientistas levaram anos para preparar e estudá-lo em detalhes. O nasutoceratops é apenas uma de várias espécies de dinossauros descobertas nesta região da América do Norte.
As rochas nas quais ele foi encontrado têm cerca de 75 milhões de anos, o que leva os especialistas a crer que ele teria vivido na Terra no período Cretáceo Tardio.
'Os chifres são, de longe, os maiores de qualquer membro de seu grupo de dinossauros - eles se curvam para os lados e para frente. Além disso, ele também tem o maior nariz de seu grupo', explica Loewen, acrescentando que o animal tem uma saliência atrás da cabeça.
Além dessas características distintas, o nasutoceratops também era um animal forte, pesando até 2,5 toneladas, o que lhe dava uma aparência bastante intimidadora.
Acredita-se que o deserto onde ele foi encontrado teria sido parte de um continente chamado Laramídia, que já foi descrito como um 'paraíso de fósseis'.
Mark Loewen, da Universidade de Utah e do Museu de História Natural do mesmo Estado, disse em entrevista à BBC que 'este dinossauro nos deixou completamente surpresos'. 'Nós jamais teríamos previsto que ele fosse ter essas características - é tão fora do comum para este grupo de dinossauros.'

terça-feira, 2 de julho de 2013

Fóssil de 'bebê velociraptor' é encontrado no Peru

Um fóssil do que pode ser um feto de dinossauro, foi apresentado dentro de uma redoma de vidro

O fóssil, com aproximadamente 10 centímetros de comprimento, pode ser um "bebê velociraptor". Foi descoberto por homens que trabalhavam em uma construção enquanto removiam terra do local. Naquela região, denominada Toro Grande, existem petróglifos e pegadas fossilizadas de dinossauros. O prefeito da localidade de Corire, Manuel Alpaca, pediu a investigadores de todo o mundo que estudem o caso e informou que o ministério peruano pode ser contatado para providenciar acesso aos restos encontrados, o fóssil foi apresentado dentro de uma redoma de vidro.​ Ele também destacou a importância turística que a região adquire com esse anúncio.
"Queremos criar uma agenda de trabalho que permita desenvolver objetivos que impulsionem os estudos necessários para chegar a identificar esses restos", declarou o prefeito. Ele convidou paleontólogos, cientistas e o presidente do país, Ollanta Humala, a conferir a descoberta.
A província de Castilla conta com uma geografia andina muito diversa e se encontra a quase 1,6 mil metros acima do nível do mar. Lá existem um Vale dos Vulcões, um cânion e restos fossilizados de dinossauros.

Leia Também