sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Fóssil de réptil de 60 milhões de anos encontrado no RJ

Descoberta é do mais antigo crocodilo encontrado no Estado

O fóssil do Sahitisuchus fluminensis foi encontrado no Parque Paleontológico de São José de Itaboraí, na região metropolitana do Rio, na década de 1940. No "Berço dos Mamíferos", como é conhecido o parque, os cientistas encontraram um crânio parcialmente completo (com 32 centímetros) e bastante conservado, com as primeiras vértebras cervicais acopladas a ele.
Somente depois de 70 anos de estudos, os paleontólogos Alexandre Keller e André Pinheiro, do Museu de Ciências da Terra, do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), e Diógenes Campos, do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), conseguiram reconstruir o animal.
A apresentação do crocodilo guerreiro demorou tanto porque os cientistas precisaram reunir outros materiais (como dentes) para identificar características do fóssil. Ele seria um predador carnívoro (com dentes serrilhados e focinho alto e comprido), semiaquático, ágil, com aproximadamente 2 metros de comprimento e hábito de caçar em bando.

Leia Também