sexta-feira, 23 de maio de 2014

Fóssil de crocodilo com outro crocodilo na barriga é achado em SP

Descoberta foi feita na região de General Salgado, interior de São Paulo

A descoberta dos pesquisadores do Departamento de Biologia da Universidade de São Paulo (USP) de Ribeirão Preto é especialmente curiosa, pois o fóssil do Aplestosuchus sordidus - como foi nomeada a nova espécie - apresentava vestígios de uma outra espécie de crocodilo em sua cavidade abdominal.
O achado foi descrito em um artigo publicado na revista científica "PLOS ONE" neste mês. Segundo os autores, esta é a primeira vez que evidências concretas de predação entre diferentes espécies de crocodilos são encontradas em um fóssil.
O crocodilo foi encontrado na Formação Adamantina, o que indica que o animal viveu no período Cretáceo Superior, há cerca de 70 milhões de anos. Fósseis de várias outras espécies de crocodilo já foram encontrados na região, que abrange o oeste do estado de São Paulo, parte de Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. A descoberta do Aplestosuchus ocorreu no município de General Salgado, que fica a cerca de 560 quilômetros de São Paulo.

Leia Também